Artigos e Publicações

A perda e o luto

Em algum momento da vida de uma pessoa acontece uma perda, quando esta é significativa quanto ao objeto ou pessoa, se origina o que chamamos de luto.

Sofremos perdas na infância, adolescência, idade adulta e quase sempre não é possível prever que irá se vivenciar tal fato, mesmo que soubéssemos sobre aquilo que será perdido antecipadamente não se diminuiria a dor sentida sobre o fato quando o mesmo se sucede.

Construímos relações de apego, onde sentimentos de afeto, amor, constituem um investimento, atribuem a algo ou alguém uma importância a nós, por isso o impacto pode ser grande quando este vínculo é interrompido.

Quanto mais o que se perdeu era entendido como importante, maior a angústia vivenciada, o que leva ao luto, processo de tristeza prolongada.

O luto é um tempo necessário que uma pessoa precisa para elaborar a idéia de que o objeto da perda não está mais tão acessível, para que haja uma readaptação ao cenário de sua vida agora sem o objeto de desejo.

A Psicoterapia em alguns casos serve para que o processo de luto venha ser trabalhado em um entendimento mais amplo da dor, a escuta clínica nesse caso é o maior instrumento de que se aplica com referência às angústias que envolvem o luto e que aparecerão na fala.

A linha Psicanalítica em Psicoterapia possibilita uma abordagem que foca no processo de conteúdo inconsciente das informações, as não elaborações, repressões, sentimentos não compensados que estão associados às perdas e ao luto proveniente delas. O terapeuta nessa abordagem trabalha com a análise dessas representações a partir do discurso da pessoa, respeitando seus valores e significados que configura a perda de forma singular.

Texto escrito por:

Fátima Anequini – Psicóloga Clínica – CRP: 05/40969 – E-mail: fatimanequini@hotmail.com

 

 

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emoções que aparecem na pele

Você já reparou que as pessoas observam nossa aparência e conseguem perceber sinais que indicam se estamos felizes ou …

Dia da Gratidão – 06 de Janeiro

Gratidão é o sentimento de reconhecimento daquilo que o outro nos oferece. Pode ser um agrado ou um favor que alguém tenha …

A terceira década da vida

Você já percebeu quantas expectativas existem entre os 20 e os 30 anos? Se formar. Trabalhar. Ter independência e liberdade. …