Artigos e Publicações

Arte como recurso terapêutico

É muito comum que as pessoas entendam que “fazer terapia” é sentar diante do psicólogo expor todos os seus conflitos, analisar e interpretar as questões trazidas. Enquanto isso o psicólogo fica olhando pro paciente, faz algumas perguntas pontuais e informa quando o tempo acabar.

Hoje existem muitas formas de se “fazer terapia”.

Podemos utilizar diversos recursos para facilitar com que o cliente entre em contato com sua vivência e experimente de modo diferente seus conteúdos confusos ou dolorosos. Esses recursos podem ser musicais, corporais, contos, dramatizações, desenhos, pinturas, escultura, colagem, enfim ARTE.

Tem quem diga que brincar com arte é coisa de criança.

Quando somos crianças, não dominamos ainda nossa linguagem. Nosso processo mental ainda não é elaborado de forma muito racional. O que orienta a criança são suas percepções, suas sensações, seus sentimentos. E nessa arte as crianças são mestres. Sabem ler com muita clareza aquilo que se passa no mundo ao seu redor.

Ao crescermos, somos dominados pela linguagem e pelo racional. É uma etapa do desenvolvimento para a qual evoluímos gradativamente. Porém, na sociedade atual não só a racionalidade tem prevalecido como as outras formas de percepção tem sido suprimidas e desvalorizadas. A arte se torna apenas entretenimento. Estamos nos distanciando da capacidade de nos darmos conta daquilo que vivemos de forma sensorial.

E é através da arte na terapia que você pode se reconectar com suas percepções adormecidas. É possível redescobrir uma linguagem muda e plenamente rica de sentido. E depois de sentir é possível dar nomes, entender e tornar racional aquilo que antes incomodava.

Através do reencontro desses mundos internos nos tornamos um todo, e dessa totalidade emergem potencialidades. Um ser humano integrado é capaz de se ajustar de forma criativa e satisfatória ao seu contexto.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emoções que aparecem na pele

Você já reparou que as pessoas observam nossa aparência e conseguem perceber sinais que indicam se estamos felizes ou …

Dia da Gratidão – 06 de Janeiro

Gratidão é o sentimento de reconhecimento daquilo que o outro nos oferece. Pode ser um agrado ou um favor que alguém tenha …

A terceira década da vida

Você já percebeu quantas expectativas existem entre os 20 e os 30 anos? Se formar. Trabalhar. Ter independência e liberdade. …