Artigos e Publicações

Qual o diagnóstico Dr.?

Quando sentimos alguma “coisa” buscamos conhecer o que é, dar um nome a essa “coisa” é dar um diagnóstico. Pode ser uma virose, uma pneumonia ou qualquer outra coisa. Mas quando é dado um nome a nossa angustia diminui. Sabendo o que é já podemos então tratar. Foi isso que o modelo médico nos ensinou ao longo de toda a nossa vida. Por isso mesmo qualquer leigo já tem algum conhecimento sobre sintomas e possíveis diagnósticos. Popularmente, as mães e avós são as maiores sabedoras dos diagnósticos, principalmente das doenças infantis.

Os sintomas acabam direcionando a escolha do médico que iremos consultar. Se é algo nas articulações procuramos o ortopedista, se é algo no estômago vamos ao gastroenterologista, se é nariz ou ouvido ou garganta consultamos o otorrinolaringologista, enfim existem profissionais especializados para cada partezinha do nosso corpo.

Contudo existe um porém. E quando sentimos alguma “coisa”, procuramos o especialista que cuida dessa “coisa”, e ele diagnostica que não é nada. Opa! Então existe um problema maior! “- Eu sinto um monte de coisas estranhas e incomodas e o médico diz que não é nada. Estou ficando maluco?” Sim, esse questionamento é muito comum. A angustia no paciente vai lá nas alturas.

Mas não se desespere, o que você sente é real para você. Mas é preciso encontrar o profissional adequado, que não será um especialista em partezinhas do corpo.

Existem “coisas” chamadas de síndromes, transtornos e disfunções e não existem exames médicos que sejam capazes de diagnosticá-las. Os profissionais cuidam, avaliam, diagnosticam e tratam essas coisas, são os psicólogos.

Para finalizar, quando você sentir algo estranho, procurar um médico e ele não chegar em nenhum diagnóstico, porque sua saúde física está perfeita. Procure um psicólogo, porque o que você sente é real e esse profissional vai te entender.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emoções que aparecem na pele

Você já reparou que as pessoas observam nossa aparência e conseguem perceber sinais que indicam se estamos felizes ou …

Dia da Gratidão – 06 de Janeiro

Gratidão é o sentimento de reconhecimento daquilo que o outro nos oferece. Pode ser um agrado ou um favor que alguém tenha …

A terceira década da vida

Você já percebeu quantas expectativas existem entre os 20 e os 30 anos? Se formar. Trabalhar. Ter independência e liberdade. …